20 de Janeiro de 2021

Acabou a Era Trump

A última vez em que um presidente americano se recusou a passar o cargo a seu sucessor, o ano era 1865. Vice de Abraham Lincoln, que terminou assassinado, Andrew Johnson só não foi posto para fora no meio do mandato por um único voto que faltou no julgamento do primeiro impeachment da história. E não passou o cargo ao general vitorioso da Guerra Civil, Ulysses Grant. Tendo incitado as tensões raciais americanas o quanto pôde, exatamente como Johnson em seu tempo, Donald Trump deixará de ser presidente dos EUA hoje, ao meio-dia em Washington, 14h no Brasil. Pediu para o bota-fora uma cerimônia militar — raro num país que celebra o comando civil —, que ocorrerá nos instantes anteriores à posse de Joe Biden. (CNN) O populista aproveitou as últimas horas no cargo para distribuir o perdão presidencial para inúmeros aliados envolvidos em esquemas de corrupção. Ao todo, 143 nomes ... (Leia mais)

19 de Janeiro de 2021

Vacinação começa e Bolsonaro tenta mudar o assunto

Após São Paulo fazer no domingo a primeira imunização contra a Covid-19, 15 outros estados começaram suas campanhas nesta segunda-feira, mesmo que de forma simbólica: AM, CE, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PE, PI, PR, RJ, RS, SC e TO. Precisaram, para isso, pressionar o ministério da Saúde. Sem o mesmo senso de urgência, o governo federal desejava fazer um início simultâneo apenas quando as vacinas já estivessem distribuídas em todo o país. No Rio, uma cerimônia aos pés do Cristo Redentor marcou o início da campanha, com a vacinação de uma idosa e uma técnica de enfermagem. O Instituto Butantan pediu ontem à Anvisa a liberação de mais 4,8 milhões de doses da CoronaVac que estão sendo formuladas e envasadas na instituição. A autorização dada pela agência no domingo se referia a 6 milhões de doses importadas já prontas da China. (Folha) Aliás... A produção local de vacinas ... (Leia mais)

18 de Janeiro de 2021

Doria dribla Bolsonaro e começa vacinação

Como o país inteiro esperava, a diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), autorizou por unanimidade o uso emergencial da CoronaVac, representada no Brasil pelo Instituto Butantan, e da vacina de Oxford/AstraZenenca, da Fiocruz. O que talvez não fosse esperado foi o rápido movimento do governador João Doria (PSDB). Tão logo a autorização foi anunciada, o governo de São Paulo, ao qual o Butantan é ligado, fez a primeira aplicação do imunizante, com Doria acompanhando in loco a vacinação da enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos. Mônica foi uma das participantes dos testes da CoronaVac, mas tomou o placebo, não a vacina. Uma indígena, a técnica de enfermagem Vanuzia Costa Santos, de 50 anos, também foi vacinada. Em seguida, Doria comandou uma coletiva com ataques fortes ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello. O ministro acusou o golpe, dizendo que Doria desprezou “a lealdade ... (Leia mais)

16 de Janeiro de 2021 | PREMIUM

Edicão especial: o que sabemos sobre as vacinas... até agora

Se o gerenciamento da vacinação contra a Covid-19 no Brasil está nos ensinando algo é que nada está garantido até que tenha acontecido. Uma das poucas certezas é que amanhã, dia 17, a diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai se reunir para autorizar ou não o uso emergencial de duas vacinas, a CoronaVac, da chinesa SinoVac em parceria com o Instituto Butantan, e a da Universidade de Oxford/AstraZeneca com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Na segunda-feira termina o prazo de dez dias estabelecido pela própria Anvisa para dar uma resposta aos pedidos de uso emergencial. Passada a única certeza – a data limite da Anvisa –, começa um emaranhado de dúvidas que envolve até mesmo qual vacina estará disponível para os brasileiros. No momento em que este texto é escrito, a exportação para o Brasil de dois milhões de doses da vacina de Oxford fabricadas na Índia ... (Leia mais)

15 de Janeiro de 2021

O horror, o horror

“Orem pelo Amazonas.” O apelo desesperado de uma técnica de enfermagem dá a exata medida da tragédia humanitária que se abateu sobre o estado, em especial em Manaus. Sem oxigênio nos hospitais, profissionais de saúde tentam evitar que pacientes com Covid-19 morram asfixiados fazendo ventilação manual. Diante do caos, 750 doentes começaram a ser transferidos em aviões da FAB para hospitais em outros cinco estados (Goiás, Piauí, Maranhão, Paraíba e Rio Grande do Norte) e no Distrito Federal. Para tentar reabastecer os hospitais da capital, a White Martins, responsável pelo fornecimento, conseguiu enviar alguns cilindros e prometeu trazer oxigênio da Venezuela, onde também atua. Aviões da Força Aérea Brasileira (FAB), por sua vez, desembarcaram ontem com oxigênio vindo de São Paulo. Mas a demanda é diária nos centros de saúde de Manaus e hoje supera os 28 mil metros cúbicos que a empresa é capaz de produzir na sua unidade ... (Leia mais)

14 de Janeiro de 2021

Um presidente, dois impeachments

Pela quarta vez na história, a Câmara dos EUA aprovou a abertura de um processo de impeachment contra um presidente. Passaram antes pelo mesmo rito o corrupto sucessor de Abraham Lincoln, Andrew Johnson, e Bill Clinton, por ter cometido perjúrio ao negar seu caso sexual com uma estagiária. Este é o segundo impeachment de Donald Trump. Foram 232 votos a favor, incluindo dez republicanos. Nunca a abertura de um processo destes incluiu tantos votos do partido do mandatário da nação. 197 parlamentares votaram em defesa de Trump, mas o líder republicano na Câmara não o defendeu. Ele votou em seu favor mas o atacou: “O presidente tem responsabilidade no ataque ao Congresso por uma turba”, afirmou em seu discurso Kevin McCarthy. “Alguns afirmam que os ataques foram feitos por antifa. Não há qualquer prova disto e deveríamos ser os primeiros a dizê-lo.” Seu argumento para votar contra foi de que ... (Leia mais)

13 de Janeiro de 2021

Câmara vota hoje 2º impeachment de Trump

A Câmara dos Deputados americana põe hoje para votar o segundo impeachment do presidente Donald Trump. Desta vez, o processo é bem mais simples — e muito mais grave. Trump é acusado de incitar uma insurreição contra o governo do país. Pelo menos quatro deputados republicanos já informaram que votarão pelo impeachment — no primeiro, nenhum votou. Este número pode chegar a vinte. Aprovado na Câmara, como todo mundo espera que será, o processo vai para o Senado que pode escolher julgar Trump já como ex-presidente. Uma condenação abre as portas para torna-lo inelegível, o que o impediria de retornar como candidato em 2024. Mas é possível que o julgamento só ocorra em alguns meses, após o Senado se ocupar das decisões iniciais, e consideradas urgentes pelos democratas, do governo Joe Biden. (Vox) Então... Mitch McConnell, o líder republicano no Senado, vem dizendo a auxiliares que se inclina a votar ... (Leia mais)

12 de Janeiro de 2021

Após um século, Ford para de fabricar no Brasil

Após um século, a Ford Brasil voltará a ser importadora. A montadora anunciou o fim de suas fábricas em Camaçari (BA), Horizonte (CE) e Taubaté (SP), impactando cinco mil empregos. A decisão vem após anos consecutivos de perdas no país, pioradas pela pandemia. Em 2019, já havia fechado a planta de São Bernardo do Campo (SP). A companhia ainda manterá instalações e um departamento de engenharia no Brasil, mas não fabricará mais automóveis ou caminhões em solo nacional. Apesar de estar no país desde 1919, começou a produção nacional em 1921. Agora, os veículos virão da Argentina e do Uruguai. (Veja) Pois é… Em dezembro, o presidente da Ford na América do Sul, Lyle Watters reclamou da desvalorização do real e do peso argentino, que levavam a uma ‘situação sem precedentes’, agravada pela pandemia. No entanto, a jornalista Marli Olmos destaca como a Argentina tem uma peculiaridade em relação ao ... (Leia mais)

11 de Janeiro de 2021

Maioria dos americanos quer Trump fora já

O Partido Democrata pode apresentar ainda hoje, na Câmara, um novo pedido de impeachment contra o presidente americano Donald Trump. O processo está em compasso com o desejo da maioria da população. Após Donald Trump insuflar uma turba a invadir o Congresso para impedir a homologação da vitória de Joe Biden, 56% dos americanos querem sua saída imediata do poder. Essa é a conclusão de uma pesquisa feita pela ABC e pelo Instituto Ipsos. A permanência do presidente tem apoio de 43%. Quando Richard Nixon renunciou, em 1974, somente 40% dos americanos queriam sua saída. (CNN) Há outros dois caminhos. O vice-presidente Mike Pence, se contar com o apoio de metade dos ministros, pode fazer uso dos poderes da 25ª Emenda e iniciar um processo de destituição por incapacidade. No programa dominical Meet the Press, da NBC, se levantou a possibilidade de uma renúncia a partir de um acordo similar ... (Leia mais)

9 de Janeiro de 2021 | PREMIUM

Edição de Sábado: Ascensão e derretimento do Partido Republicano de Trump

Aproximavam-se as 17h de uma quarta-feira, 7 de agosto em 1974, quando o chefe de gabinete do presidente Richard Nixon abriu a porta do Salão Oval para que entrasse, acompanhado de um deputado, o senador Barry Goldwater. Aos 65, o cabelo grisalho curto à moda militar, óculos espessos de casco de tartaruga escuro, Goldwater tinha o rosto quadrado, queixo proeminente, bem poderia fazer um caubói no cinema. Era, aliás, um homem do Oeste, do Arizona. Um homem rígido e com frequência mal-humorado mas que, por uma série de características pessoais, parecia o único republicano capaz de desempenhar aquela missão com a necessária sisudez. Barry, como o chamavam seus pares, acertaria o tom. Diferentemente da maior parte dos políticos, o seu instinto era de falar sempre, e com clareza, exatamente aquilo que pensava. Não suavizava o discurso de acordo com o interlocutor. Era senador e, além disto, havia sido o último ... (Leia mais)

8 de Janeiro de 2021

Após 200 mil mortos, governo compra vacina

O Brasil ultrapassou ontem a marca de 200 mil mortos pela Covid-19. Não são simplesmente números ou estatísticas. São 200 mil vidas interrompidas por uma pandemia que jamais foi tratada com a devida seriedade pelas autoridades máximas do governo. Nenhuma outra doença matou tantas pessoas em um ano, como mostra gráfico elaborado pelo G1. E as perspectivas não dão margem para qualquer otimismo. Com os 1.120 óbitos de ontem, a média móvel dos últimos sete dias (que incluíram um feriado e um fim de semana) ficou em 741, o que indica estabilidade – e isso não é uma boa notícia, pois as mortes estão estáveis num patamar elevado. Num pronunciamento, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, admitiu apenas “erros de comunicação” e atacou o alvo de sempre. O vírus? Não, a imprensa. Na mesma ocasião, Pazuello anunciou um acordo com o Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo, ... (Leia mais)

7 de Janeiro de 2021

Trump incita turba contra Congresso para travar democracia

Já se aproximava das 6h no Brasil, agora na manhã de hoje, quando no exercício ritual de comando do Senado o vice-presidente americano Mike Pence declarou eleitos Joseph R. Biden Jr e Kamala D. Harris. Na Geórgia, enquanto isso, o reverendo Raphael Warnock e o documentarista Jon Ossoff foram eleitos senadores, confirmando assim que o Partido Democrata terá maioria na Câmara e no Senado durante o biênio 2021-22. Há vinte anos o estado só elegia republicanos — ontem foram dois da oposição, de uma só tacada. E assim o processo eleitoral americano enfim terminou. Não há mais passos ou possibilidade de reverter, o Congresso Nacional sancionou o resultado da corrida presidencial. Mas não era para ter sido tão tarde. Deputados e senadores tiveram de parar por várias horas seu trabalho pois tiveram a vida posta em risco. Também ontem, pela primeira vez em mais de 200 anos de história, um ... (Leia mais)

6 de Janeiro de 2021

Bolsonaro diz que Brasil está quebrado como se não fosse com ele

Enquanto a equipe econômica defende que a economia está numa trajetória em V, para Bolsonaro o Brasil está quebrado. “Chefe, o Brasil está quebrado, e eu não consigo fazer nada. Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda, teve esse vírus, potencializado por essa mídia que nós temos. Essa mídia sem caráter”, disse, ontem, ao um apoiador na frente do Palácio da Alvorada. A fala foi para justificar não ter cumprido umas de suas promessas de campanha de aumentar o limite da faixa de isenção do Imposto de Renda para quem ganha até R$ 5 mil. (Folha) A declaração repercutiu mal. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), classificou a fala do presidente como “grave e desalentadora”. “Você olha para os próximos dois anos sem entender o projeto de país que ele (Bolsonaro) tem”, disse Maia à jornalista Natuza Nery. (G1) Já o ministro Paulo Guedes disse que Bolsonaro ... (Leia mais)

5 de Janeiro de 2021

Índia veta exportação de vacinas para o Brasil

Autorizada pela Anvisa, a iniciativa da Fiocruz de importar dois milhões de doses da vacina de Oxford sofreu um revés. O Instituto Serum, laboratório indiano responsável pela fabricação do imunizante, informou que o governo da Índia vetou a exportação do produto até que toda sua população em grupo de risco seja imunizada – o país tem 1,3 bilhão de habitantes. De acordo com Adar Poonawalla, CEO do Serum, a venda para outros países só será possível após o governo indiano receber 100 milhões de doses. (Globo) Como a vacina de Oxford é a principal aposta do governo brasileiro, o Itamaraty entrou em campo para tentar, por vias diplomáticas, resolver o impasse comercial. A estratégia do Brasil é convencer a Índia que os dois milhões de doses são um volume pequeno perto da capacidade de produção do Serum, o que não afetaria o programa de imunização indiano. E a Anvisa pediu ... (Leia mais)

4 de Janeiro de 2021

Vacina de Oxford pode chegar este mês ao Brasil

A Anvisa autorizou a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) a importar dois milhões de doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pelo laboratório AstraZeneca. A autorização não implica liberação imediata da imunização, uma vez que ainda não foi feito o pedido de licença emergencial, o que a Fiocruz pretende fazer até a quarta-feira. A expectativa do Ministério da Saúde é iniciar a vacinação entre os dias 20 de janeiro e 10 de fevereiro. As vacinas que a Fiocruz vai importar foram fabricadas na Índia. Por falar nisso, clínicas particulares brasileiras estão negociando a compra de cinco milhões de doses de uma vacina produzida pelo laboratório indiano Bharat Biotech. Chamado de Covaxin, o imunizante teve o uso aprovado ontem pelo governo da Índia, assim como a vacina de Oxford, que começou também a ser aplicada no Reino Unido. Painel: “Com o anúncio da Fiocruz no fim de semana de que ... (Leia mais)

23 de Dezembro de 2020

Prefeito do Rio passará Natal de tornozeleira

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, Humberto Martins, transformou na noite de ontem a prisão preventiva do prefeito afastado do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), em prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica. O ministro justificou sua decisão dizendo que o prefeito faz parte de grupo de risco de Covid-19. Ele precisará permanecer em endereço fixo, não pode ter contato com qualquer pessoa fora familiares, médicos ou seus advogados e terá de entregar telefones e computadores. Crivella havia sido preso na manhã de terça-feira e afastado do cargo por decisão judicial. Após audiência de custódia, a desembargadora Rosa Helena Penna Macedo Guita havia decidido manter a prisão. Crivella é apontado pelo Ministério Público como comandante de uma organização criminosa operada pelo empresário Rafael Alves. Bela Megale: “Em delação firmada com o Ministério Público Estadual do Rio, empresários que participaram do esquema de corrupção envolvendo Marcelo Crivella revelaram o pagamento de ... (Leia mais)

22 de Dezembro de 2020

Prefeito do Rio Marcelo Crivella é preso

Enquanto esta edição do Meio fechava, agora de manhã, a Polícia Civil e o Ministério Público batiam à porta do prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos). Foi preso. Ele é investigado a respeito do suposto ‘QG da propina’ instalado em seu governo. Também foram presos o empresário Rafael Alves e o delegado Fernando Moraes, enquanto o ex-senador Eduardo Lopes, contra o qual também há mandado de prisão, não foi localizado. A investigação começou em 2018, a partir da delação do doleiro Sergio Mizrahy, que afirmou fazer a lavagem de dinheiro do esquema. Segundo a polícia, empresas que queriam fechar contratos ou tinham dinheiro a receber do município entregariam cheques a Rafael Alves, irmão de Marcelo Alves, então presidente da Riotur. Em troca, Rafael facilitaria a assinatura dos contratos e o pagamento das dívidas. Como o vice de Crivella morreu durante o mandato, o presidente da Câmara dos Vereadores, Jorge Felippe ... (Leia mais)

21 de Dezembro de 2020

Coronavírus 70% mais contagioso já circula na Europa

Países de quase todos os continentes suspenderam voos provenientes do Reino Unido após Londres confirmar a descoberta de uma cepa mais contagiosa do coronavírus. No sábado, o premiê Boris Johnson disse que a variação é 70% mais contagiosa que o vírus ‘normal’. Matt Hancock, ministro da Saúde, reconheceu que a nova cepa está fora de controle, o que motivou a decretação de lockdown completo no Natal londrino. Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Bélgica, Bulgária, Canadá, Colômbia, El Salvador, França, Holanda, Irã, Irlanda, Israel, Itália, Suíça e Turquia já haviam confirmado a suspensão de voos até a noite de ontem. Porém... A medida vem tarde. A Itália identificou ontem o primeiro caso de contágio pela nova variante. Hoje o Conselho Europeu se reúne para discutir uma estratégia uniforme. (Globo) Segundo cientistas, um tipo muito parecido da mutação circulou no Brasil em abril e foi identificado na Austrália e nos EUA meses depois. ... (Leia mais)

19 de Dezembro de 2020 | PREMIUM

Edição de Sábado: Luz após a mais longa noite

Hoje é 19 de dezembro de 2020. Na noite de ontem, judeus de todo o mundo concluíram o Hanukkah, a festa das luzes. Dentro de cinco dias, bilhões de cristãos celebrarão o nascimento de Jesus. Na próxima segunda-feira, religiões neopagãs (mesmo as que não se aceitam como “neo”) começam a celebração de Yule no Hemisfério Norte. No Irã, a despeito da predominância do Islã, o Shab-e Yalda ainda homenageia o nascimento de Mitra. Na China, oficialmente ateia, o Dong Zhi continua a congregar celebrantes. E lista segue. Como é possível que povos tão diferentes tenham celebrações de significados semelhantes no mesmo período do ano? A resposta está no que hoje chamamos de Astronomia. O solstício de Inverno, que acontece no dia 21 no Hemisfério Norte, enquanto aqui encaramos o solstício de Verão e o calor infernal que vem com ele. Antes de seguirmos, são necessárias duas notas de esclarecimento. Como ... (Leia mais)

18 de Dezembro de 2020

STF: vacina pode ser obrigatória mas não forçada

A vacinação contra a Covid-19 será obrigatória, mas ninguém será forçado a tomá-la, de acordo com o Supremo Tribunal Federal. Nove ministros seguiram o voto de Ricardo Lewandowski: impor a vacina seria inconstitucional, mas União, estados e municípios podem aplicar medidas restritivas, definidas em lei, a quem não quiser se imunizar. A única divergência, embora parcial, foi de Nunes Marques, para quem a obrigatoriedade é “último recurso” e o Ministério da Saúde deveria ser ouvido. Marques foi nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro, crítico feroz da obrigatoriedade. Lewandowski também concedeu liminar autorizando estados e municípios a comprarem vacinas aprovadas no exterior se a Anvisa não expedir liberação em 72 horas. A medida já estava prevista em lei, mas apenas para o governo federal. (Poder 360) O STF decidiu ainda, e por unanimidade, que pais não podem deixar de vacinar seus filhos por “convicções filosóficas, religiosas, morais e existenciais”. Os autores da ... (Leia mais)