15 de Janeiro de 2022 | PREMIUM

Edição de Sábado: A Web 3.0 pode transformar a internet — e toda a sociedade

Existem duas teses circulando a respeito de como será o futuro da internet. Uma é o Metaverso. A outra, a Web 3.0. O Metaverso é fácil de explicar — Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, vem batendo nesta tecla com firmeza há vários meses. É uma visão que junta o mundo digital no qual já estamos com realidade virtual. Quase ficção científica: podemos nos reunir com amigos a quilômetros de distância como se estivéssemos num só ambiente. Vemos as pessoas em três dimensões com óculos especiais. Este futuro, do ponto de vista tecnológico, está a no mínimo dez anos de distância, se não for mais. Com a Web 3.0 é diferente. Ela não é simples de explicar, mas boa parte da tecnologia para torna-la viável já existe. Se acontecer, e tudo indica que começará a acontecer brevemente, ela não muda só a internet. Muda a própria estrutura de como ... (Leia mais)

14 de Janeiro de 2022

Bolsonaro dá ao Centrão controle do Orçamento

Prezadas leitoras, caros leitores — Quem acompanhou a grande imprensa nos últimos meses pode ter saído com a impressão de que o futuro da internet está no Metaverso. É disso que Mark Zuckerberg gostaria de convencer muita gente. Mas, enquanto a tecnologia para este universo paralelo digital ainda está pelo menos dez anos no futuro, aguardando as redes 6G e os óculos de realidade virtual de fato confortáveis, há outra internet muito diferente da atual se aproximando. É o que chamamos Web 3.0. A primeira versão da web foi aquela que conhecemos nos anos 1990, com todas suas páginas estáticas. A Web 2.0 é a atual, a web social, em que usuários fazem boa parte do conteúdo que consumimos. É também uma web centralizada em grandes corporações, no Facebook, no Google, nas gigantes que armazenam todos os dados e que controlam os sistemas pelos quais interagimos. A Web 3.0 rompe ... (Leia mais)

13 de Janeiro de 2022

Primeiras vacinas para crianças chegam ao Brasil

Chegou nesta madrugada o primeiro lote de 1, 2 milhão de doses da vacina pediátrica da Pfizer, que permitirá a estados e municípios iniciarem a imunização de crianças entre cinco e 11 anos. Até o fim do mês, o laboratório deve entregar 4,3 milhões de doses ao país. O governo de São Paulo abriu um pré-cadastro para a imunização dessa faixa etária. (g1) E não é sem tempo. Segundo a Fiocruz, a variante ômicron voltou a lotar UTIs país afora. Segundo a Fiocruz, quatro capitais têm ocupação acima de 80%, o que é considerado crítico: Recife (80%), Belo Horizonte (84%), Fortaleza (88%) e Goiânia (94%). (Metrópoles) Além de sobrecarregar os sistemas de saúde, a disparada da ômicron no Brasil está provocando uma escassez nos insumos para testes. Por conta disso, a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed) recomendou aos laboratórios que priorizem os exames para pacientes graves, trabalhadores da saúde ... (Leia mais)

12 de Janeiro de 2022

Inflação estoura a meta e BC acha que nada tem com isso

O Brasil teve no ano passado a maior inflação desde 2015. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,73% em dezembro, acumulando alta de 10,06% em 2021. Além do recorde, o resultado é quase o dobro do teto da meta prevista pelo Banco Central para o ano, que era de 5,25%, e dá munição para os adversários do presidente Jair Bolsonaro (PL) no ano eleitoral. Na comparação mensal, apesar de o IPCA ter desacelerado — indo de 0,95% em novembro a 0,73% —, todos os grupos de produtos e serviços pesquisados tiveram alta. De acordo com o IBGE, o resultado foi influenciado principalmente pelo grupo Transportes, com a alta no preço dos combustíveis. Em seguida vieram habitação, alimentação e bebidas. (Agência Brasil). Em carta aberta enviada ontem ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que também é presidente do Conselho Monetário Nacional (CMN), o presidente do Banco Central ... (Leia mais)

11 de Janeiro de 2022

Debate sobre reforma trabalhista gera mal-estar entre Lula e Alckmin

Gente na cúpula do PT teve de se mexer, nos últimos dias, para desfazer um mal-estar com o candidato a vice de Lula, Geraldo Alckmin. O ex-governador de São Paulo Geraldo procurou nos últimos dias o deputado Paulinho da Força, presidente do Solidariedade. Segundo o que foi noticiado, buscava informações sobre a revisão da reforma trabalhista na Espanha, que foi elogiada pelo petista. Segundo o parlamentar, entidades patronais preocupadas com a possibilidade de um futuro governo do PT rever trechos ou toda a reforma trabalhista aprovada por Michel Temer em 2017, recorreram a Alckmin. O ex-governador teria concordado com Paulinho que a reforma brasileira precisa de ajustes pontuais. Mas a conversa entre os dois foi percebida como uma sinalização de atrito importante. (Metrópoles) Então... Após o encontro entre Paulinho e Alckmin ser divulgado, petistas que defendem o nome do ex-tucano como vice fizeram chegar até ele informações para “desfazer o ... (Leia mais)

10 de Janeiro de 2022

Chuvas trazem mais mortes para Minas

Parecia cena de filme, mas foi tragicamente real. O país foi abalado neste fim de semana pela morte de dez pessoas no Lago de Furnas, no município mineiro de Capitólio. Por conta das fortes chuvas que atingem o estado, uma rocha do tamanho de um prédio de dez andares se soltou do paredão e desabou sobre barcos de turismo. Um deles, onde estavam todas as pessoas que morreram, foi atingido em cheio (vídeo). A polícia já divulgou os nomes de cinco vítimas: o aposentado Júlio Borges Antunes, de 68 anos; Camila da Silva Machado, de 18; o namorado dela, Maycon Douglas de Osti, de 24; e o casal Sebastião Teixeira da Silva, de 67, e Marlene Augusta da Silva, de 57. A Marinha abriu inquérito para investigar as causas da tragédia e intensificou a fiscalização sobre os barcos de turismo no lago e seus condutores. (g1) Segundo especialistas, o bloco ... (Leia mais)

8 de Janeiro de 2022 | PREMIUM

Edicão de sábado: O fim (da pandemia) está próximo?

Na véspera do Ano Novo, Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), publicou em rede social uma mensagem de “otimismo realista”, afirmando que 2022 pode marcar o fim da pandemia de covid-19 e que o mundo dispõe das “ferramentas para acabar com esta calamidade”. Mesmo já destacando o risco da variante ômicron e a necessidade de uma distribuição mais justa das vacinas no mundo, a mensagem do chefe da OMS refletia as esperanças de um mundo que já não aguentava mais viver sob o medo de uma doença que havia ceifado mais de cinco milhões de vidas. E eis que, pouco mais de uma semana depois, o cenário de otimismo parece cada vez mais distante. A velocidade de propagação da ômicron faz com que recordes de novos casos sejam quebrados diariamente, embora, felizmente, a curva de mortes não suba na mesma proporção. A ilusão de normalidade trazida ... (Leia mais)

7 de Janeiro de 2022

Bolsonaro intensifica ataque à Anvisa e às vacinas

Prezadas leitoras, caros leitores — Eis que entramos em 2022, o ano no qual, esperamos, muito do que há de ruim em nosso cotidiano termine. E nas primeiras posições da lista, claro, está a pandemia da covid-19, que já ceifou quase 620 mil brasileiros. Não é uma expectativa infundada. A despeito da postura negacionista e omissa do governo brasileiro, exposta aos elementos pela CPI da Pandemia, a vacinação avançou pelo país. Consequentemente, ao longo do segundo semestre do ano passado, as curvas de novos casos e mortes começaram a cair. O luto pelos que perdemos e as sequelas dos sobreviventes ainda estavam presentes, mas muita gente já pensava no retorno à normalidade. Até que, no fim de novembro, cientistas da África do Sul identificaram uma nova variante do coronavírus, a ômicron. Em menos de dois meses, a nova cepa se tornou dominante, inclusive no Brasil, e vem provocando repetidos recordes ... (Leia mais)

6 de Janeiro de 2022

Governo desiste de receita para vacinação infantil

Mais de um mês depois de autorizada pela Anvisa, a vacinação de crianças entre cinco e 11 ganhou ontem suas regras. O governo desistiu da exigência de prescrição médica para a imunização, uma das novas bandeiras do ministro Marcelo Queiroga e do presidente Bolsonaro. O primeiro lote de vacinas pediátricas da Pfizer está previsto para chegar no dia 13, e, se o cronograma for cumprido, a imunização poderá começar entre os dias 14 e 15. As crianças serão vacinadas em ordem decrescente de idade, com prioridade para aquelas com comorbidades. (g1) Dados pessoais de médicos que defenderam a vacinação de crianças na audiência pública do Ministério da Saúde foram vazados nas redes sociais por bolsonaristas, entre eles a deputada Bia Kicis (PSL-DF), presidente da CCJ da Câmara, revela Malu Gaspar. (Globo) A exemplo de cidades como Rio e Salvador, Recife e Olinda (PE) não terão carnaval de rua em fevereiro ... (Leia mais)

5 de Janeiro de 2022

Lula e Gleisi falam em rever Reforma Trabalhista

Quem esperava um aceno do ex-presidente Lula (PT) ao empresariado já no primeiro turno vai continuar esperando. Como conta o Painel, o pré-candidato petista comemorou a contrarreforma trabalhista na Espanha, que revê mudanças na lei feitas em 2012 e que teria, segundo sindicatos, precarizado o trabalho sem novos empregos e renda maior. “É importante que os brasileiros acompanhem de perto o que está acontecendo na Reforma Trabalhista da Espanha, onde o presidente Pedro Sanchez está trabalhando para recuperar direitos dos trabalhadores”, escreveu Lula no Twitter. Gleisi Hoffmann, presidente do PT, foi além: “A reforma espanhola serviu de modelo para a brasileira e ambas não criaram empregos, só precarizaram os direitos. Já temos o caminho.” Um dos articuladores da reforma brasileira em 2017, o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (sem partido-RJ) criticou os líderes petistas, dizendo que o partido repete “os mesmos erros que geraram a grande recessão que o Brasil ... (Leia mais)

4 de Janeiro de 2022

Vacinação infantil começa na segunda quinzena de janeiro

A imunização de crianças entre cinco e 11 anos vai começar na segunda quinzena de janeiro, um mês depois de autorizada pela Anvisa. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse ontem que esse é o prazo para a chegada das vacinas da Pfizer para esse público, embora a faixa etária ainda não tenha sido incluída no Plano Nacional de Imunização. Segundo os governadores, 90% dos municípios têm condições de botar agulha no braço das crianças até 48 horas após a chegada das vacinas. Aliás, pelo menos 19 estados e o Distrito Federal já avisaram que vão ignorar a ideia de Queiroga (e Bolsonaro) de exigir prescrição médica para a imunização infantil. (g1) A estimativa é que uma primeira leva de um milhão de doses da vacina pediátrica da Pfizer chegue no dia 10, com mais quatro milhões até o fim do mês. Não há um cronograma fechado, mas a farmacêutica ... (Leia mais)

3 de Janeiro de 2022

Bolsonaro é internado para exames em SP

Prezadas leitoras, caros leitores — Após um breve recesso de fim de ano, Meio está de volta a sua caixa postal. Esperamos que as Festas tenham sido agradáveis (e seguras) para todos, em que pesem a tragédia vivida na Bahia e o fato de ainda convivermos com a pandemia de covid-19. Agora é respirar fundo, erguer a cabeça e trabalhar, pois o ano não será modesto em termos de notícias. Obrigado por nos acompanharem e um feliz 2022 a todos. — Os editores Compartilhe Tweet Compartilhe Bolsonaro é internado para exames em SP O presidente Jair Bolsonaro foi forçado a interromper suas férias em Santa Catarina na madrugada de hoje. Não por conta da tragédia humanitária na Bahia, mas para cuidar da própria saúde. Ele foi internado em um hospital de São Paulo para exames, segundo o cirurgião Antônio Luiz Macedo, que cuida do presidente desde o atentado a faca ... (Leia mais)

25 de Dezembro de 2021 | PREMIUM

Edição de Sábado: Em busca de Maria

A cena é universalmente conhecida. Nela há uma estrela que guia, a manjedoura de palha num estábulo em Belém, também o burrico, o boi, no centro o bebê que foi Jesus, ao redor seu pai José e a mãe — Maria. Quem primeiro apresentou assim esta cena, inspirada nos Evangelhos de Mateus e Lucas, foi são Francisco de Assis, no ano de 1223. É a cena do natalício de Cristo, em 25 de dezembro, que hoje completa 2021 anos. É o Natal. No centro deste presépio está o menino que os cristãos consideram filho de Deus, alguns deles o próprio Deus. Mas não é apenas ele, hoje, cuja história tentaremos recontar. É principalmente a da moça, a quase menina a seu lado, de 14, talvez 15 anos, Maria. Não é uma história trivial porque o que temos de fato para além dos textos religiosos é muito pouco, é quase nada. ... (Leia mais)

24 de Dezembro de 2021

Auditores da Receita entram em greve

Prezadas leitoras, caros leitores — Feliz Natal. Como é de praxe para nós, cá no Meio, vamos tirar folga de uma semana. Hoje, 24 de dezembro, é a última edição regular da newsletter deste ano de 2021. No dia 3, segunda-feira, voltamos com tudo. Os assinantes premium recebem amanhã sua última edição e, como também é nossa tradição, falaremos do Natal. Já contamos a história do Papai Noel, do Jesus histórico ou mesmo das origens pagãs da festa. Este ano, voltamos ao presépio e contaremos sobre Maria. Da senhora que, diz a tradição, teve um filho cujo aniversário celebramos anualmente nesta data. Cá no Meio, claro, temos ateus, agnósticos, e gente de muitas devoções — inclusive cristãs. Mas não será uma história religiosa que contaremos, não propriamente. Contaremos a História de Maria, ou do tanto quanto podemos saber dela. No Velho Testamento, por exemplo, uma profecia conta que o Messias ... (Leia mais)

23 de Dezembro de 2021

500 servidores da Receita entregam cargos

Já são quinhentos os servidores da Receita que entregaram seus cargos em todo o país, de acordo com o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil. Na carta de exoneração, os delegados argumentam que o órgão teve seu orçamento reduzido em mais da metade só na parte de tecnologia. Os cortes afetam também a administração das unidades e põem em risco até contas de água e energia. Este mesmo corte que afeta o núcleo de arrecadação do governo federal se equivale, em valor, ao aumento salarial garantido à Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Departamento Penitenciário Nacional. Cobrado, o Ministério da Economia explicou que o aumento se deve a uma “decisão do presidente da República”. (g1) Pois é… Os servidores não pediram demissão, mas abriram mão dos bônus que têm quando ocupam cargos de chefia e deixaram acéfalas inúmeras unidades que incluem as alfândegas. (Metrópoles) A luz ... (Leia mais)

22 de Dezembro de 2021

Congresso corta no Social em benefício próprio

Prezadas leitoras, caros leitores — O ano está próximo de terminar. Como parte da celebração, juntaremos hoje a equipe do Meio numa live. O Meio é mais do que uma newsletter. Estamos em inúmeras redes de formas distintas, somos mais de um podcast, fazemos também vídeos de muitos tipos. Por aqui, 2021 foi um ano de crescimento e é disso que vamos falar. Você conhece o Meio? A live estará aberta a perguntas. Apresentaremos quem faz o Meio, ouviremos vocês num diálogo virtual. Vem com a gente. Às 18h, no YouTube do Meio. — Os editores Compartilhe Tweet Compartilhe Congresso corta no Social em benefício próprio O Congresso aprovou na noite de ontem o Orçamento da União para 2022 recheado de pontos polêmicos. As emendas do relator, que, por não identificarem os parlamentares beneficiados, ficaram conhecidas como “orçamento secreto” e chegaram a ser barradas pelo STF, vão contar com R$ ... (Leia mais)

21 de Dezembro de 2021

Governo resiste à vacinação de crianças

A resistência do governo Bolsonaro à vacinação de crianças contra a Covid-19 provocou uma crise na Câmara Técnica Assessora de Imunização (CTAI) Covid-19, como revela Malu Gaspar. Na última sexta-feira, quando o grupo se reuniu para avaliar liberação pela Anvisa da imunização na faixa dos cinco aos 11 anos, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, pressionou os técnicos a adiarem qualquer decisão até que fosse ouvido um grupo de médicos contrários à vacinação e defensores de tratamentos ineficazes. Os integrantes da CTAI ameaçaram entregar os cargos e aprovaram por unanimidade a recomendação da Anvisa, reforçando a posição com uma nota no dia seguinte. (Globo) Ontem pela manhã, Queiroga ignorou a posição da CTAI e disse que ainda esperava dados da Anvisa, afirmando que o ministério não agiria a partir de um “comunicado público” e que a pressa era “inimiga da perfeição”. A agência reagiu dizendo não ter recebido do ministério ... (Leia mais)

20 de Dezembro de 2021

Boric eleito, a extrema-direita não levou o Chile

Gabriel Boric, de 35 anos, será o próximo presidente do Chile. O ex-líder estudantil e deputado de centro-esquerda venceu ontem o segundo turno das eleições presidenciais, obtendo 55,87% dos votos, contra 44,13% do ex-deputado de extrema-direita José Antonio Kast. Além de ser o presidente mais jovem da história do país, Boric é também o mais votado: 4.620.671 votos, um recorde histórico no Chile, onde o comparecimento às urnas não é obrigatório. (g1) Falando para milhares de apoiadores no centro de Santiago, Boric prometeu ser o presidente “de todos os chilenos” e agradeceu “a todos os que foram votar”, incluindo os eleitores de seu adversário, e dos demais candidatos que participaram da eleição. Voltando a um tema constante de sua campanha, ressaltou a importância da diversidade. “Em nosso governo, a não discriminação e o combate à violência contra a diversidade, as mulheres e as associações feministas serão fundamentais.” (BioBio Chile) Tão ... (Leia mais)

18 de Dezembro de 2021 | PREMIUM

Edição de sábado: Um Chile dividido vai às urnas

Amanhã o Chile vai às urnas sem saber muito bem o que esperar. Já se vão mais de três décadas desde o fim da ditadura militar do general Augusto Pinochet (1915-2006), uma das mais sangrentas do continente e que deixou suas marcas profundas sobre a democracia que a substituiu. Apesar de sucessivas reformas e emendas, só agora a Constituição imposta pelo regime em 1980 está para ser deixada de lado – e a que vai substitui-la também é uma incógnita. Farol do neoliberalismo no continente, o país conjuga o mais alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da América do Sul – 0,851, 43º no mundo – e uma profunda desigualdade social, o que fez explodir revoltas em 2019. E é nesse cenário que vão se defrontar o deputado e ex-líder estudantil Gabriel Boric, de 35 anos, da coalizão de esquerda Apruebo Dignidad (Aprovo a Dignidade), e o empresário e ex-deputado ... (Leia mais)

17 de Dezembro de 2021

Bolsonaro ameaça técnicos da Anvisa por vacina infantil

Prezadas leitoras, caros leitores — No próximo domingo os chilenos vão às urnas escolher em segundo turno seu presidente. De um lado, um político de esquerda que vem há tempos caminhando para o centro; de outro, um representante da extrema-direita, entusiasta da sangrenta ditadura de Augusto Pinochet. E a aguardá-los, um Congresso em que nenhum dos dois terá maioria. Os problemas não são poucos, a desigualdade social é profunda e o descontentamento popular explodiu nos protestos de 2019. Falando assim nos lembra muito cá outro país nosso conhecido, um certo Florão d’América, mas as semelhanças são enganadoras. Cada um a seu modo, o esquerdista Gabriel Boric e o ultradireitista José Antonio Kast representam uma renovação na política chilena. Pela primeira vez desde 1990, quando o país voltou a ter eleições livres, a Concertación, grupo de centro-esquerda de comandou o processo, não está no segundo turno das eleições, assim como seu ... (Leia mais)