23 de Outubro de 2020

Bolsonaro radicaliza discurso antivacina

O presidente Jair Bolsonaro radicalizou seu discurso contra a vacina sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan de São Paulo em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech, a Coronavac, contra Covid-19. Ele afirmou que ela não será adquirida pelo governo federal nem no caso de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, a autorizar. “A da China nós não compraremos, é decisão minha”, afirmou o presidente em entrevista à rádio Jovem Pan. “Não acredito que ela transmita segurança suficiente para a população. Tenho certeza que outras vacinas que estão em estudo poderão ser comprovadas cientificamente, não sei quando, pode durar anos. A China, lamentavelmente, já existe um descrédito muito grande por parte da população, até porque, como muitos dizem, esse vírus teria nascido por lá.” (JovemPan) É mais grave do que isso. O governo federal pode propositalmente estar dificultando os testes e a produção da vacina. O Butantan requereu autorização ... (Leia mais)

22 de Outubro de 2020

A pandemia mata, Bolsonaro briga com vacina

Menos de um dia após o Ministério da Saúde assinar um protocolo de intenções se comprometendo a adquirir 46 milhões de doses da vacina para Covid-19 que está sendo testada pelo Instituto Butantan, em São Paulo, o acordo foi desfeito. Por ordem direta do presidente Jair Bolsonaro. “O presidente sou eu, não abro mão da minha autoridade”, ele afirmou. No Twitter, mais cedo, respondeu a um usuário. “Não compraremos a vacina da China”, determinou. Na interpretação do presidente, o governador paulista João Doria distorceu o que o ministro Eduardo Pazuello havia dito para fazer parecer que havia compromisso — mas o documento é claro. (G1) Quem mudou de posição foi Bolsonaro. Ele foi informado no último final de semana que o ministério tinha a intenção de fazer a compra e não se opôs. Quando a reação nas redes bolsonaristas contra aquilo que batizaram ‘vacina chinesa’ ganhou volume, decidiu reverter. Combinou ... (Leia mais)

21 de Outubro de 2020

EUA abrem processo antitruste contra Google

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos abriu um processo de antitruste contra o Google. Acusa a companhia de fazer “acordos exclusivistas e conduta anticompetitiva” para se tornar dominante no mercado de busca e, a partir daí, abusar do domínio sobre este espaço para impedir o nascimento de rivais que possam provocar ameaça. “O Google paga bilhões de dólares anualmente a distribuidores como Apple, LG, Motorola e Samsung; a operadoras americanas de telefonia como AT&T, T-Mobile e Verizon; a browsers como Mozilla, Opera para garantir que a busca padrão em seus aparelhos e serviços seja a sua.” Ainda não está claro qual o objetivo dos advogados do governo americano — se desejam dividir a empresa ou impor restrições ao seu comportamento. (Verge) Tudo indica que é apenas o início. A acusação, afinal, ainda é tímida. O processo não entra por exemplo no domínio que o Google exerce sobre o mercado ... (Leia mais)

20 de Outubro de 2020

Supremo deve afastar senador dos R$ 30 mil

O plenário do Supremo deve confirmar amanhã o afastamento do senador Chico Rodrigues, flagrado com os trinta mil na cueca. Ele já havia sido afastado preliminarmente por 90 dias pelo ministro Luís Roberto Barroso. Atualmente, entende-se que o Judiciário tem o poder de afastar parlamentares mas cabe ao Legislativo validar esta decisão. Em 2017, o Supremo afastou o então senador Aécio Neves e, no ano anterior, o então presidente da Câmara, Eduardo Cunha. A Câmara entregou Cunha, o Senado não entregou Aécio. (Estadão) Pois é... Ao menos por enquanto, o presidente do Conselho de Ética do Senado, Jayme Campos, circula com a ideia de que Rodrigues se licencie por 121 dias para não “deixar nenhuma dúvida”. Seria para esperar o caso esfriar e os senadores não terem de passar pelo desgaste de votar sobre o destino do colega. (G1) Aos pares, diz Valdo Cruz, o senador de Roraima vem explicando ... (Leia mais)

19 de Outubro de 2020

Pesquisa dá vitória a candidato de Evo, na Bolívia

O MAS, partido de Evo Morales, retornará ao governo boliviano após uma vitória em primeiro turno de Luis Arce, que foi seu ministro da Economia. Ainda não há contagem oficial de votos, mas duas pesquisas de boca de urna dão ao economista mais de 50% dos votos e a presidente interina Jeanine Áñez já o parabenizou pela vitória e pediu que pense no país e na democracia. “Vamos governar para todos os bolivianos”, afirmou Arce num discurso que buscava encerrar o confronto polarizante que dividiu o país. “Construiremos um governo de unidade nacional, recuperaremos a confiança, conduziremos um processo de transformação sem ódio, superando nossos erros.” (La Razón) Matthias Alencastro: “Num ano de 2019 turbulento na América Latina, marcado pela escalada da crise na Venezuela e o fracasso do acordo UE-Mercosul, nada superou o escárnio do golpe ocorrido na Bolívia. A controversa tentativa de reeleição de Evo Morales terminou numa ... (Leia mais)

17 de Outubro de 2020 | PREMIUM

Edição de Sábado: O Colégio e o Voto

Eles queriam uma República, não uma Democracia, aqueles homens que fundaram os Estados Unidos. Quando se reuniram em debates que duravam dias sem fim, sua revolução já terminada, buscavam inventar um sistema, ou talvez recriar um sistema da Antiguidade, que produzisse liberdade da tirania, que trouxesse Justiça, e que de alguma forma desse vida a ideias ainda bem novas sobre as quais escreviam filósofos como John Locke, Montesquieu ou Voltaire, na Europa. Ideias a respeito da igualdade perante as leis. Isso foi há pouco mais de 230 anos. Eram, aqueles homens reunidos no ano de 1787 na Convenção Constitucional, em geral muito cultos, em geral muito inteligentes, e alguns muito sensíveis, mas também homens que traziam consigo os preconceitos do século 18, os buracos de conhecimento do seu tempo, e uma penca de valores que nos chocariam. Tinham de conviver com os limites tecnológicos de um tempo no qual a ... (Leia mais)

16 de Outubro de 2020

Supremo afasta senador dos R$ 30 mil

O ministro Luís Roberto Barroso determinou o afastamento por 90 dias do senador Chico Rodrigues, apanhado pela Polícia Federal com R$ 33.150 no corpo — dentre os quais R$ 15 mil em maços de dinheiro entre as nádegas. “A gravidade concreta dos delitos investigados também indica a necessidade de garantia da ordem pública”, escreveu Barroso. “O senador estaria se valendo de sua função parlamentar para desviar dinheiro destinado ao enfrentamento da maior pandemia dos últimos 100 anos, num momento de severa escassez de recursos públicos e em que o país já conta com mais de 150 mil mortos em decorrência da doença.” Os policiais informaram ao ministro terem escolhido não reproduzir, em seu relatório, o momento em que encontraram o dinheiro. “Considerando a forma como os valores foram escondidos pelo senador Chico Rodrigues bem no interior de suas vestes íntimas, deixo de reproduzir tais imagens neste relatório para não gerar ... (Leia mais)

15 de Outubro de 2020

Vice-líder do governo apanhado com dinheiro nas nádegas

O cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa do senador Chico Rodrigues, vice-líder do governo, terminou com a descoberta pela Polícia Federal de R$ 30 mil escondidos na cueca do parlamentar. O dinheiro era tanto que, num nível tal de indignidade, entrou nas nádegas e sujou de fezes — é um novo ponto baixo numa história já pouco honrosa da corrupção política brasileira. O constrangimento foi geral — e as imagens foram registradas em vídeo. Rodrigues era alvo da Operação Desvid-19, que investiga desvio de R$ 20 milhões em emendas destinadas à Secretaria de Saúde de Roraima para combate ao novo coronavírus. (Crusoé) De acordo com Bela Megale, no Planalto o martelo já foi batido. Ou o senador pede para sair ou será saído. (Globo) Mas o impacto na imagem será difícil de contar. Ontem mesmo já circulavam pelas redes inúmeras imagens de um Bolsonaro particularmente à ... (Leia mais)

14 de Outubro de 2020

STF deve manter prisão de André do Rap ainda hoje

O conjunto dos ministros do Supremo Tribunal Federal deve manter a decisão do presidente da Corte, Luiz Fux, de reinstaurar a prisão de André de Oliveira Macedo, o André do Rap, um dos líderes do Primeiro Comando da Capital. Mas temem o precedente — Fux suspendeu num despacho o habeas corpus do também ministro Marco Aurélio Mello. O plenário não deseja dar ao presidente o poder de sair anulando decisões dos outros ministros. Uma das possibilidades estudadas é a de alterar o regimento ainda hoje, tornando a revisão de despachos individuais pelo plenário virtual automática e obrigatória. (Folha) Pois é... Fux recebeu ontem a visita do presidente Jair Bolsonaro. É o primeiro encontro dos dois como chefes de Poderes. (G1) Merval Pereira: “O caso da soltura do traficante André do Rap pelo ministro Marco Aurélio Mello reacendeu um debate sobre segurança pública que estava adormecido desde que o presidente Bolsonaro ... (Leia mais)

13 de Outubro de 2020

Soltura de traficante racha Supremo

A ordem de soltura de André Oliveira Macedo, o André do Rap, abriu um conflito dentro do Supremo que terminou por envolver o Ministério Público e o Congresso. Um dos chefes do Primeiro Comando da Capital, responsável por tráfico de cocaína para a Europa via Porto de Santos, André havia sido preso em setembro do ano passado após anos de buscas. O ministro Marco Aurélio Mello ordenou sua soltura na última sexta-feira. André do Rap estava preso preventivamente. No Pacote Anticrime sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, em janeiro, um dos parágrafos inclui a definição de que prisões preventivas devem ter seus pedidos renovados a cada 90 dias. Como o prazo expirou e não havia pedido de renovação, Marco Aurélio determinou a soltura. “Advirtam-no da necessidade de permanecer em residência indicada ao Juízo”, escreveu, “e de adotar postura que se aguarda do cidadão integrado à sociedade.” De presto, o líder do ... (Leia mais)

10 de Outubro de 2020 | PREMIUM

Edição de Sábado: O Pix no futuro do dinheiro

Há um lugar comum jornalístico sobre a cobertura de tecnologia na China: é a surpresa ao descobrir que, nas ruas, pedintes carregam códigos QR para esmolas. Aceitam dinheiro via transações digitais. Tem motivo para a curiosidade se repetir em tantas narrativas. É um atalho para mostrar como a China se digitalizou. Mas igualmente mexe com a imaginação: aponta para um futuro próximo em que o dinheiro se torna de vez digital, no qual cédulas e moedas desaparecem, substituídas por números numa tela. O Pix, novo sistema de pagamento que começa a funcionar em novembro, vai permitir estas transferências via código QR no Brasil. É inevitável que torne o país mais digital. A mexida na imaginação, porém, é na verdade uma ilusão. Porque o dinheiro físico já é exceção faz muito tempo. Estima-se que circulam, no mundo, US$ 51,5 trilhões. Destes, apenas US$ 4,3 tri existem em notas ou moedas. Ou: ... (Leia mais)

9 de Outubro de 2020

Propaganda na TV dispara, hoje, eleição municipal

Começa, hoje, a campanha eleitoral no rádio e na TV para as eleições municipais. É, no Brasil, tradicionalmente quando as pessoas percebem que entramos em período eleitoral. Haverá dois blocos diários de dez minutos cada. No rádio ocorre às 7h e ao meio-dia. Na televisão será às 13h e às 20h30. Além destes períodos mais extensos, 70 minutos diários serão destacados a inserções curtas. 750 mil pessoas serão candidatas este ano. O primeiro turno está marcado para 15 de novembro e, o segundo, será no dia 29. (G1) Celso Russomano, do Republicanos, lidera a segunda rodada do Datafolha para a prefeitura de São Paulo com 27% — dois pontos menos do que em 22 de setembro, mas dentro da margem de erro. O tucano e atual prefeito Bruno Covas tem 21% e, Guilherme Boulos do PSOL, 12%. (Folha) Pois é... No PT, o ambiente é de preocupação. Seu candidato, Jilmar ... (Leia mais)

8 de Outubro de 2020

Bolsonaro: ‘Acabei com a Lava Jato porque não tem mais corrupção’

Enquanto lançava um programa para desburocratizar o setor de aviação, o presidente Jair Bolsonaro escolheu comentar sobre os ataques de seu governo à Lava Jato. “É um orgulho e uma satisfação que tenho em dizer, para essa imprensa maravilhosa que nós temos, que eu não quero acabar com a Lava Jato”, afirmou o presidente no Planalto, em tom de ironia. “Eu acabei com a Lava Lato, porque não tem mais corrupção no governo”, seguiu. “Eu sei que isso não é virtude, é obrigação. Fazemos um governo de peito aberto. Quando indico qualquer pessoa, para qualquer local, eu sei que é uma boa pessoa tendo em vista a quantidade de críticas que ela recebe em grande parte da mídia.” Assista. (Poder 360) O ex-ministro Sérgio Moro reagiu. “As tentativas de acabar com a Lava Jato representam a volta da corrupção”, ele disse. “É o triunfo da velha política e dos esquemas ... (Leia mais)

7 de Outubro de 2020

Pesquisas: Biden amplia vantagem sobre Trump

Na média das pesquisas nacionais organizada pelo site Real Clear Politics, Joe Biden tem 51,2% de preferência contra 42,2% de Donald Trump — uma vantagem de nove pontos, a maior documentada neste semestre. A média do FiveThirtyEight é mais ou menos a mesma — 51,4% contra 42,4%. Uma das pesquisas mais confiáveis, aquela feita em conjunto por Wall Street Journal e NBC, deu 14 pontos percentuais de vantagem ao candidato democrata, 53% contra 39%. A diferença entre ambos era de 8 pontos, em setembro. Mesmo nos levantamentos feitos após o anúncio de que o presidente está com Covid a distância entre os dois candidatos tem aumentado. A eleição será no dia 3 de novembro. Então... Ontem, Trump encerrou as negociações entre a Casa Branca e os deputados democratas a respeito da ampliação de auxílio emergencial por conta da pandemia. Ele acusou a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, de negociar com ... (Leia mais)

6 de Outubro de 2020

Guedes e Maia se unem para defender teto

Foi um ministro do Tribunal de Contas da União, Bruno Dantas, quem recebeu num jantar político o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o ministro da Economia, Paulo Guedes. Após brigas ríspidas, os dois procuram se reaproximar. “Na minha última eleição”, lembrou Maia sobre quando chegou ao comando da Casa, “a única pessoa do governo que me apoiou foi o ministro Paulo Guedes.” O ministro seguiu o tom. “Caso eu tenha ofendido o presidente Rodrigo Maia ou qualquer político que eu possa ter ofendido inadvertidamente, peço desculpas também.” Os dois defenderam uma ação conjunta com objetivo claro. É a defesa do teto de gastos. “Nós tínhamos que estar unidos dentro do teto de gastos para encontrar as soluções para o programa de transferência de renda, que precisa ser criado, com todas as dificuldades que teremos”, explicou o deputado. (G1) De acordo com pesquisa do PoderData, o presidente da Câmara, Rodrigo ... (Leia mais)

5 de Outubro de 2020

Estado de saúde de Trump é um mistério

O presidente americano Donald Trump chega ao quarto dia internado no Centro Médico Walter Reed em meio a informações contraditórias. Seu médico, o oficial de Marinha Sean Conley, afirma que o presidente está em plena recuperação e havia chances de que voltasse para a Casa Branca ainda hoje. Os remédios dados a Trump, porém, sugerem uma história distinta. Entre as várias drogas ministradas a ele está dexametasona, um esteroide forte usado para evitar que o sistema imune atue de forma a piorar a situação. Por conta de seus muitos efeitos colaterais, que incluem mudanças bruscas de humor e confusão mental, só é recomendado para casos graves de Covid-19. Seria, de acordo com alguns médicos, um indício de que as dificuldades respiratórias de Trump são sérias. (Stat) Ele também usou um coquetel de anticorpos e um antiviral que foi projetado para tratar vírus respiratórios comuns e hepatite, o remdesivir. Trump não ... (Leia mais)

3 de Outubro de 2020 | PREMIUM

Edição de Sábado: E agora, Donald Trump?

Mal passavam das 14h30, no dia 30 de março em 1981, quando para alarme do agente do Serviço Secreto Jerry Parr o presidente Ronald Reagan pôs sangue pela boca. A limusine presidencial trafegava já a toda pelas ruas de Washington, com destino a Casa Branca. Apenas uns minutos antes, quando Reagan saía de um hotel na capital, um homem avançou disparando tiros. Houve corpos caídos, confusão, ainda não estava perfeitamente claro o que havia ocorrido. Mas Parr já havia checado o tórax do presidente em busca de sangue, sinal de que pudesse ter sido atingido. Não encontrara nada. Ainda assim, não piscou. Talvez, no gesto bruto de se lançar sobre o presidente o levando para dentro do automóvel blindado, tivesse lhe quebrado uma vértebra. Talvez houvesse um pulmão perfurado. Deu ordens ao motorista que se desviasse do caminho. Que fosse para o Hospital da Universidade George Washington. Àquela altura, pensou ... (Leia mais)

2 de Outubro de 2020

Trump testa positivo a um mês das eleições

O presidente americano Donald Trump testou positivo para o novo coronavírus. Ele, a primeira-dama Melania Trump, e pelo menos uma assessora. O anúncio foi feito pelo próprio presidente quando já passava da meia-noite de hoje, em Washington, via Twitter. A eleição ocorrerá em 3 de novembro — falta um mês. Trump tinha marcado um grande comício na Flórida, hoje, outro no Wisconsin, sábado, e no Arizona, segunda-feira. Todos estados-chaves. Além disto, o próximo debate presidencial está marcado para o dia 15, quando o presidente ainda estará na quarentena formal de duas semanas. Donald Trump não tem quaisquer sintomas de Covid-19. Mas a situação preocupa. Caso os desenvolva, ou mesmo que fique grave, há dúvidas inclusive sobre se deveria mantido como candidato. (New York Times) O presidente Jair Bolsonaro indicou formalmente, ao Supremo, o desembargador piauiense Kassio Marques para a vaga do decano Celso de Mello. Não foi sem profunda resistência ... (Leia mais)

1 de Outubro de 2020

Bolsonaro volta a atacar ONGs sem provas

O presidente Jair Bolsonaro fez novo discurso, ontem, dirigido à cúpula sobre biodiversidade da Organização das Nações Unidas. Nele, sem apresentar qualquer evidência, afirmou novamente ONGs de crimes ambientais no Brasil. “Na Amazônia, lançamos a Operação Verde Brasil 2”, disse o presidente por vídeo pré-gravado, “que logrou reverter, até agora, a tendência de aumento da área desmatada observada nos anos anteriores. Vamos dar continuidade a essa operação para intensificar ainda mais o combate a esses problemas que favorecem as organizações que, associadas a algumas ONGs, comandam os crimes ambientais no Brasil e no exterior.” Bolsonaro também não citou que ONGs ou entidades estariam por trás do ataque às florestas brasileiras. Entre suas preocupações, reafirmou a soberania do país sobre seu território que, considera, está sob cobiça internacional. Ele acredita que há um projeto para desestabilizar o governo com objetivo final de prejudicar o agronegócio brasileiro. (G1) Ainda na pauta ambiental, ... (Leia mais)

30 de Setembro de 2020

Primeiro debate presidencial americano termina em caos

O primeiro dos três debates que ocorrerão entre o presidente americano Donald Trump e o ex-vice-presidente Joe Biden, que disputam a Casa Branca, terminou em caos. Aproveitando-se de que a interrupção era permitida pelas regras, Trump não permitiu que Biden completasse frases, atravessando suas respostas quase todas as vezes. “Os dois candidatos expressaram uma rejeição ácida um do outro jamais visto na política americana moderna”, observou o New York Times. “O evento mais esperado do trecho final da campanha foi um espetáculo incontrolável de interrupções e intimidação, de vozes alteradas e explosões”, descreveu o Washington Post. “Foi um debate marcado por interrupções e insultos”, seguiu o Wall Street Journal. Exasperado, em alguns momentos Biden deixou clara sua irritação. “Cala a boca, cara”, disse ao presidente da República. “É difícil passar uma mensagem com esse palhaço”, disse noutro momento, para logo se corrigir, “quer dizer, com esta pessoa.” Talvez o momento ... (Leia mais)