30 de Abril de 2022
Consultar edições passadas

Edição de sábado: "Na favela, a gente sobrevive"



Um tiro no peito matou Jonatan Ribeiro de Almeida, de 18 anos, na favela Jacarezinho, Zona Norte do Rio. A bala não estava perdida. Tinha alvo certo no corpo negro, jovem e de periferia. O autor do disparo foi um policial militar que, depois de mentir que havia atirado num confronto com traficantes, admitiu que não houve troca de tiros. As forças policiais argumentam que Jonatan estava vendendo drogas e portava a réplica de uma pistola, o que sua família nega.




Esta edição só está disponível para os Assinantes Premium do Meio.

Já é assinante? Faça login.

Conheça: Chega mais rápido, edição extra de sábado, editoria de economia na edição diária e acesso ao Monitor, o software que usamos para ver as notícias de todos os sites em tempo real.


Mensal: R$ 9,90


Anual: R$ 99,00