4 de Julho de 2020
Consultar edições passadas

Edição de Sábado: Como o PT reinventou seu eleitorado



Na manhã de 6 de junho de 2005, uma segunda-feira, a Folha de S. Paulo chegou às bancas brasileiras com uma manchete de grande impacto. “PT dava mesada de R$ 30 mil a parlamentares, diz Jefferson.” Na foto da capa, com camisa de manga comprida verde e as mãos ajeitando o cabelo revolto ainda com poucos fios de grisalho, o presidente nacional do PTB se impunha no cenário. Roberto Jefferson partia para o ataque contra o PT. Figura obscura da política que havia se tornado célebre como líder da tropa de resistência ao impeachment do ex-presidente Fernando Collor, Jefferson estava no centro de um escândalo de corrupção nos Correios, que seu partido controlava. Um vídeo circulando havia flagrado um de seus aliados pedindo propina e o petebista havia se convencido de que os vazamentos eram feitos pelo PT, mais especificamente pelo então ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, que desejava se livrar do aliado. Seu contra-ataque, denunciando aquilo que seria apelidado de Mensalão, punha o mandato do presidente Lula em risco. Poderia, até, resultar em impeachment. O impeachment não caminhou por uma decisão tática do principal partido de oposição — o PSDB. O cálculo tucano era de que, manchado pela corrupção, Lula não conseguiria se reeleger. Não só ele se reelegeu como o PT ainda tirou das urnas mais duas vitórias presidenciais, com Dilma Rousseff. Estas vitórias só foram possíveis porque houve uma mudança na base eleitoral do Partido dos Trabalhadores. Muitos analistas sugerem que, neste momento, o presidente Jair Bolsonaro tenta repetir o feito. Não custa, então, voltar àqueles anos para compreender o que houve no pleito nacional de 2006.




Esta edição só está disponível para os Assinantes Premium do Meio.

Já é assinante? Faça login.

Conheça: Chega mais rápido, edição extra de sábado, editoria de economia na edição diária e acesso ao Monitor, o software que usamos para ver as notícias de todos os sites em tempo real.


Mensal: R$ 9,90


Anual: R$ 99,00